Blog

Mantenha-se atualizado

Maria Luiza

Postado por:

Maria Luiza

A Importância da Contabilidade Gerencial para Gestão de Negócios

Para muitos a contabilidade é vista como um departamento burocrático à serviço do governo, que calcula impostos, gera as guias para pagamento e envia obrigações acessórias. Claro que em partes essa afirmação é verdadeira e esses serviços são essenciais, mas a contabilidade pode e deve ser bem mais do que isso.

Nesse post iremos discorrer sobre a atuação da contabilidade gerencial, uma das especialidades da área contábil que vem se destacando pela sua importância na gestão e alavancagem das empresas.

Primeiramente vamos entender a diferença entre contabilidade financeira e contabilidade gerencial:

A contabilidade financeira também conhecida como contabilidade societária, baseia-se em analisar períodos passados, seguindo padrões, periodicidades e regras fiscais para elaboração das Demonstrações Financeiras (Balanço Patrimonial, Demonstrações de Resultado do Exercício, Demonstração de Fluxo de Caixa), com o intuito de interpretar a saúde financeira e rentabilidade que a empresa obteve em determinados anos.

Essa forma de contabilidade auxilia principalmente os usuários externos, como instituições financeiras, acionistas, credores e devedores, onde cada usuário faz uso das informações de acordo com a sua finalidade, seja para liberação de crédito, investimento ou fiscalização.

Diferente da contabilidade financeira pautada em regras a serem seguidas, a contabilidade gerencial não possui um padrão específico, sendo de uso exclusivo interno, onde através das análises de um conjunto de dados da empresa como um todo, em especial contabilidade financeira e de custos, é possível entender o passado e presente para projetar o futuro, alinhado com o objetivo da empresa.

 

Contabilidade Gerencial como Ferramenta de Gestão

Como o próprio nome sugere, a contabilidade gerencial subsidia os gestores com informações valiosas para a tomada de decisão a curto e longo prazo, por meio da elaboração e controle do orçamento; projeção de fluxo de caixa; avaliação de indicadores de desempenho das atividades empresarias; análise vertical e horizontal do resultado, inclusive comparando com períodos anteriores e projeções; e análise da margem de contribuição por centros de custo ou mix de produtos.

Ao utilizar as ferramentas gerenciais o gestor é capaz de controlar e melhorar vários aspectos da empresa, dentre eles:

  • Analisar a formação do preço de venda e serviços;
  • Controlar os custos e desperdícios;
  • Aumentar a lucratividade do negócio;
  • Delimitar o ponto de equilíbrio;
  • Aperfeiçoar as políticas financeiras de pagamentos e recebimentos, melhorando o ciclo operacional;
  • Aumentar a eficiência e eficácia do negócio;
  • Adquirir vantagens competitivas para o crescimento sustentável;

A partir da utilização dessas técnicas é possível inclusive realizar comparações com concorrentes para entender o contexto econômico em que a empresa está inserida, através dos dados do mercado e com a utilização de tendências visando a projeção das atividades empresariais no futuro.

Como vimos, a adoção da contabilidade gerencial como ferramenta de gestão traz inúmeros benefícios, sendo uma excelente oportunidade para criar metas claras alinhadas ao cenário econômico e corporativo de cada empresa, possibilitando a criação de estratégias que evitem a temida crise financeira na organização e auxiliando o planejamento estratégico para alavancar os resultados.

 

Maria Luíza